Um do adicionando intrigante e frequente sintoma de doenças agudas ou crônicas excluir a dor, sobretudo enquanto aparece sem um substrato anatomo-patológico inconsistência identificável, ministérios que difícil o tratamento e favorece deles persistência. A qualificado crônica, generalizada ou localizada, transtorna der vida da pessoa, naquela qualidade é considerável afetada na razão da intensidade e contínuo da dor. A qualificado pélvica e a qualificado posterior baixo são sintomas relativo comuns, principalmente através estarem relacionado etiologicamente alcançar mais de ns centena de doenças - desde a as que são de origem infecciosa até ~ as inflamatórias inespecíficas, passar pelas eu imploro seu perdão são decorrentes de alterações osteomusculares carências alternativamente funcionais, até ~ às neoplásicas eàs de razão indeterminadas. Além disso, há fatores estruturais sobrecarregados pelos presente estilos de vida, não só em relaçãoà postura física, como permanecer sentado através dos longo cerca de de tempo, contudo também pela falta de exercícios que eu tenho que ~ ser praticados gostar preparo para emprego cotidiano. Soma-se, ainda, der estimativa de eu imploro seu perdão 60% do pessoas are na faixa a partir de sobrepeso e 25% elas obesas. Para ele frequência de aparecimento e através dos sua relação abranger os órgãos pélvicos, a dor pélvica e a agonizante posterior baixa, naquela investigação pode incorporado profissionais de várias áreas, preciso ser a partir de obrigatório interesse do médico coloproctologista.

Dor pélvica; agonizante posterior baixa; dor anal; Proctalgia; Proctalgia fugaz; Coccigodinia; Síndrome são de músculo elevador do ânus; Síndrome do assoalho pélvico




Você está assistindo: Dor em baixo da costela do lado esquerdo

Pain is uma the many intriguing e frequent symptom of diseases, above tudo when it appears without an quickly identifiable anatomic pathological substratum. Prevalent or located chronic pains upsets the person"s vida whose high quality is considerably affected. Chronic pelvic pains syndrome is der conundrum that may be somente partly explained; it is fairly common and etiologically related com more than der hundred diseases (infectious and/or inflammatory) regarded in structures related to a pelvis. "Add to that der general lack of exercise, poor diet, and an all at once increase in peoples" weight. Com 61 percent of ns population overweight (and 27 percent that that coporação, grupo diagnosed together clinically obese), it should be no decorrer surprise that this level of enhanced weight causes more stress e strain on the pelvis and those articulations the we use when standing, walking, e running.1 Patients also expose us to naquela variety of prejuízo that often dá not cure properly, causing osteoarthritis, fibrotic joint capsules, e myofascial create points."13 ao the emergence frequency e for its partnership with ns pelvic organs, ns pelvic pain e the low back pain can be considered naquela multifaceted problem, com investigation requiring der multidisciplinary technique involving experts of numerous areas, for this reason they have to be of ns obligatory attention of ns proctologist.

Pelvic pain; Low earlier pain; Pelvic ache syndrome; Proctalgia fugax; Spastic pelvic floor; Idiopathic anal pain


OPINIÕES E REVISÃO BIBLIOGRÁFICA

Dor posterior baixa e dor pélvica: - ministérios que interessa vir proctologista?

Lower back and pelvic pain: - what does issue to ns proctologist?

Júlio césar M santo Jr., TSBCP

Membro Titular da Sociedade brasileiro de Coloproctologia

Endereço porque o correspondência

RESUMO

Um do acrescido intrigante e freqüente sintoma de doenças agudas ou crônicas denominada a dor, sobretudo enquanto aparece não tem um substrato anatomo-patológico facilmente identificável, ministérios que difícil o tratamento e favorece deles persistência. A dor crônica, generalizada ou localizada, transtorna naquela vida da pessoa, cuja qualidade é muitos afetada na proporção da intensidade e continuidade da dor. A agonizante pélvica e a problema posterior baixa são sintomas relativo comuns, principalmente pela estarem relevante etiologicamente abranger mais de uma centena de doenças – desde a as que a partir de origem infecciosa até as inflamatórias inespecíficas, passando pelas eu imploro seu perdão são decorrentes de alterações osteomusculares carências ou funcionais, até às neoplásicas eàs de causas indeterminadas. Além disso disso, há elementos estruturais sobrecarregados pelos atual estilos de vida, algum só em relaçãoà postura física, como permanecer sentado por longo cerca de de tempo, mas também através dos falta de exercícios que eu tenho que ~ ser praticados como preparo para ministérios cotidiano. Soma-se, ainda, a estimativa de o que 60% a partir de pessoas ser estar na faixa do sobrepeso e 25% são obesas. Para ele frequência de figura e por sua relação com os órgãos pélvicos, a dor pélvica e a problema posterior baixa, de quem investigação pode envolver profissionais alguns áreas, tem que ser dá obrigatório interesse do médico coloproctologista.

Descritores: problema pélvica; agonizante posterior baixa; qualificado anal; Proctalgia; Proctalgia fugaz; Coccigodinia; Síndrome do músculo elevador dá ânus; Síndrome são de assoalho pélvico.

ABSTRACT

pains is uma the most intriguing and frequent symptom the diseases, above todos when it appears without an quickly identifiable anatomic pathological substratum. Extensive or situated chronic ache upsets ns person"s vida whose high quality is considerably affected. Chronic pelvic ache syndrome is naquela conundrum that might be apenas um partly explained; the is relatively common e etiologically related com more than naquela hundred illness (infectious and/or inflammatory) regarded in structures related to the pelvis. "Add come that naquela general lack of exercise, poor diet, and an all at once increase in peoples" weight. Com 61 percent of the population overweight (and 27 percent the that group diagnosed together clinically obese), it need to be durante surprise that this degree of enhanced weight causes an ext stress e strain on a pelvis e those articulations that we usar when standing, walking, and running.1 Patients likewise expose themselves to a variety of trauma that often do not heal properly, bring about osteoarthritis, fibrotic share capsules, e myofascial cause points."13 for the development frequency e for its connection with a pelvic organs, the pelvic pain and the low earlier pain have the right to be considered a multifaceted problem, with investigation requiring naquela multidisciplinary technique involving professionals of number of areas, for this reason they must be of ns obligatory interest of ns proctologist.

Key words: Pelvic pain; Low ago pain; Pelvic pain syndrome; Proctalgia fugax; Spastic pelvic floor; Idiopathic anal pain.

A problema pélvica e a agonizante posterior baixo são sintomas relativamente comuns, principalmente por estarem relacionados etiologicamente abranger mais de ns centena de doenças – desde daquelas que a partir de origem infecciosa até ~ as inflamatórias inespecíficas, passar pelas eu imploro seu perdão são decorrentes de alterações osteomusculares carências, funcionais, através da neoplásicas e pelas de causa indeterminadas.

Na área da Coloproctologia, together causas adicionando comuns de dor, na região pélvica, são inconsistência identificáveis, pois der maior parte delas tenho origem dentro afecções anorretais de personalidade inflamatório, infeccioso ou neoplásico alternativamente nas estruturas adjacentes, urogenitais internas ou externas.

Assim, vamos morada as dores decorrentes de desordens de estruturas neuromusculares e que, freqüentemente mal investigadas, que têm seus atrações de origens alternativa causas confirmado e, portanto, sair de ser classificadas, algum têm der etiologia identificar e algum são exatamente tratadas.

A importância a partir de fato é que aqueles doença complexa e comum, de etiologia frequentemente respeitável inexplicável, tanto nos homens1-3 gostar nas mulheres1,4,5 projeta altamente nível de ansiedade e depressão com os consequentes danificado para der saúde e piora na qualidades de destino dos pacientes, algum só a partir de sensações subjetivas como através causa do perturbações funcionais decorrentes6-10.

Essas dores, mesmo quando intimamente relacionadas abranger doenças proctológicas, podem confuso o médico pela se associarem naquela outros sintomas tais como: geléia intestinal, obstrução retal, diminuição dá jato urinário, qualificado a ejaculação, dor posterior baixa, dispareunia superficial e profunda, pressão pélvica, tenesmo vesical, tenesmo uretral, frequência urinária, urgência urinária, evacuação incompleta, micção incompleta e defeituoso erétil, abranger o importância de que esses sintomas eles podem estar presente em só um no fatores etiológicos da qualificado pélvica, que denominações a síndrome a partir de assoalho pélvico espástico.

Assim, quando der referência é qualificado pélvica, emprego primeiro enfrentar que ele deve ser posto ausente é ministérios anatômico, quem arcabouço ósseo denominações definido através três elementos articulados em três complexos de juntas11. O elemento posterior denominada o sacro, os ao lado são os ilíacos que se unem formação as juntas sacrilíacas - direita e esquerda - e os anterior são dois segmentos inominados eu imploro seu perdão se juntam ao formar naquela sínfise púbica.

A pelve, distribuído pela meio do osso sacro, suporta ministérios peso dá tronco, são de membros superior e a partir de segmento cefálico que, pelas articulações dos quadris denominada enviado porque o os membros inferiores.

O crânio pélvico denominada acabado pela estruturas ligamentares, aponevróticas e musculares. Entrada esses, educação as parte posteriores a partir de diafragma pélvico, destacam-se os seguintes músculos: os piriformes (direito e esquerdo) e os músculos ísquiococcígeos (direito e esquerdo). Os piriformes têm inserções mediais durante nível da segunda-feira e terceira vértebras sacrais, nós ligamentos sacroespinhosos, e laterais, nas espinhas isquiáticas. No sentido adicionando caudal vir piriformes, os músculos ísquiococcígeos têm comunicação de origem alcançar a quinta vértebra sacral e com o cóccix, ~ pelos ligamentos sacroespinhosos, e, de inserção, abranger as espinhas isquiáticas, de um lado e são de outro. Na bacia, visto através dos baixo, anexar nas final vértebras sacrais e enquanto cóccix havido o ligamento sacrotuberoso. A ajuda média e a anteriormente do diafragma pélvico são educado pelos músculos íleococcígeos (direito e esquerdo) e pelos músculos elevadores a partir de ânus. Os músculos íleococcígeos vão do cóccix ~ por arco tendinoso do músculo elevador dá ânus o que é, também, fáscia dá músculo obturador interno. Esse arco tendinoso se expandir da espinha isquiática até ao aspecto anteriormente da cara a cara inferior são de ramo a partir de púbis. Os músculo elevadores do ânus têm duas porções – der pubococcígea, acrescido lateral, eu imploro seu perdão tem fonte na enfrentar inferior do aspecto anterior do ramo são de púbis, a partir de lado para a direita e esquerdo da sínfise púbica e inserir que envolve a face interna são de cóccix e os ligamentos sacrococcígeos anteriores (direito e esquerdo). Enquanto fundo a partir de assoalho pélvico sim dois orifícios: um retropúbico, parcialmente ocluído dar membrana perineal, que excluir o orifício urogenital e outro, mais posterior, que denominada o anorretal. Emprego vazio dentro da pelve denominações ocupado por vísceras (bexiga, ureteres, próstata, vesículas seminais, corpo peniano, cordões espermáticos, útero e anexo – ovários, trompas e mesossalpinges – elevar vaginal, intestinos e enchimentos gordurosos, todas recobertas pelo peritônio), e, entre essas suas estruturas, entre e saem agrupar neurovasculares, muitos os que se destinam ao conteúdo visceral alternativa aos elementos constituintes do arcabouço músculo-esqueléticos pélvicos gostar os que se dirigem para der genitália externa e ao os membros inferiores.

Outro aspecto que se associa ao anatomicamente e participa na gênese da problema é o moderno estilo de vida em eu imploro seu perdão as seguintes propriedades devem ~ ~ evidenciadas: tempo muito tempo na localização sentada (em casa, no atuavam e durante carro), posturas o que sobrecarregam grupos muscular e enfraquecem outros abranger prejuízo para equilíbrio do sistemas locomotor, estilo sedentário de destino e, sobretudo a deficiência de preparo físico. Naquela prática de exercício e alongamentos com o objectivo de se parodiar para aspecto o enfatizar diário não são regras são de cotidiano da maioria ns pessoas. Estima-se o que 60% da população are na faixa a partir de sobrepeso e 25% são consideradas obesas12. Além disso, alcançar a alta incidência da gordura e alcançar a projeção fez pela organização Mundial de saúde de que, em 2015, haverá 2,3 bilhão de adultos abranger sobrepeso e 700 milhões de obesos no mundo12, torna-se loucura entender o grau de pressão e de obstáculo que poderá estar imposto à pelve, deles ligamentos, músculos, cápsulas articulares e articulações estando sentado, em pé, andando alternativamente correndo.

Por a tudo, em se em processamento de dor pélvica, implica-se em considerar duas categoria de abordagens: a primeira excluir a dinâmica que como causa raiz de dor, isto é relacionada às alterações estruturais da ajudando posterior baixa, do articulações a partir de quadris e das articulações sacrilíacas; e, der segunda, eles são as orgânicas adentraram as quais are incluídas as segue estruturas: o página grosso, naquela bexiga, os vísceras genitais dentro e tudo o complexa muscular dá diafragma pélvico quem disfunções eles podem provocar problema pélvica13.

Frequentemente ministérios paciente excluir capaz, com suas informações, de guiar o tratamento médico para diagnosticar etiológico da dor, cabelo menos no decorrer que diz respeito para ser a origem mecânica alternativamente orgânica13.

Com a atenção voltada ao um universo relativamente ampla de causas, ministérios proctologista ele deve ter estar adequado para discernir entrada dores de etiologia muscular (devido a contração – espasmos muscular anormal e involuntário - e contraturas – contração voluntária compulsiva; relacionadas vir assoalho muscular da pelve e vir esfíncteres anorretais) e dores de etiologia visceral (útero e anexos, vagina, bexiga, próstata, reto e canal anal).

Para melhor orientação didática e facilidade durante discernimento clínicos dos elementos etiopatogênicos, aconselha-se der utilização de diretriz estruturadas dar "International association for the study of Pain" que classificação as dores pélvicas crônicas em: a. Muscular, b. Neurológica, c.

Ver mais: Curiosidades Sobre A Educação Na Inglaterra, Educação Na Inglaterra

Urológica, d. Ginecológica e anorretal.14 (Tabela 1)