Danyelle Lorrane Carneiro Veloso Enfermeira. Hierarquicamente em Enfermagem pela universidade de Enfermagem da Universidade comunidade de Goiás (FEN/UFG). Goiânia, Goiás, brasil Valéria costa Peres Enfermeira. Hierarquicamente em Enfermagem para o FEN/UFG. Goiânia, Goiás, brasil Juliane da Silveira Ortiz de Camargo Lopes Enfermeira. Mestranda são de Programa de Pós-Graduação da FEN/UFG. Goiânia, Goiás, brasil Ana Karina Marques Salge Doutora em Enfermagem. Professora Adjunto da FEN/UFG. Goiânia, Goiás, brasil Janaína Valadares guimarães Doutora em Enfermagem. Professora combinar da FEN/UFG. Goiânia, Goiás, BrasilSobre os autores
Resumos

This estude aims to identify ns knowledge e attitude towards emergency contraception among nursing students from a public university in Goiás - a state in Brazil. A descriptive e analytical research methodology with naquela quantitative approach foi ~ used, applying, em ~ February to might 2011 der questionnaire on the sexo knowledge e attitude the students about emergency contraception. 178 college student participated in ns study. Knowledge was confirmed through the alto frequency of correct answers to a questions, particularly those concerning a correct time and the instructions para use (between 86% - 96%). Although many students use this method, there estão still some doubts about a mechanism of action, side effects e access accessibility (frequency of exactly answers reduced than 50%). Us noticed the need to develop educational policies the encourage a promotion the sex education and learning in schools e universities.

Você está assistindo: Efeitos colaterais pílula do dia seguinte

Post-coital contraception; Contraceptive behavior; Students; Sexuality


El propósito fue definiram el conocimiento y la actitud frente a la anticoncepción de emergencia de estudiantes de enfermería de una universidad publicamente de Goiás usado la metodología descriptiva y analítica en la investigación con enfoque cuantitativo mediante un cuestionario aplicado de febrero der mayo de 2011 acima de el comportamiento sexual y el conocimiento de ela estudiantes acima de de la anticoncepción de emergencia. Ela participantes fueron 178 estudiantes. El conocimiento se lo confirma por la alta frecuencia de respuestas correctas a las preguntas, especial las relativas naquela la hora correcta, y naquela las instrucciones de usar (entre 86%-96%). Der pesar de eu imploro seu perdão muchos estudiantes utilizan 1 método, todavía hay algunas dudas sobre el instrumento de acción, ela efectos secundarios y la disponibilidad de acceso (frecuencia de aciertos inferiores al 50%). Tenga en cuenta la necesidad de desarrollar políticas educativas o que fomenten la promoción de la educación sexual en las escuelas y universidades.

Anticoncepción postcoital; Conducta anticonceptiva; Estudiantes; Sexualidad


Objetivou-se identificar o compreendo e a atitude em conectar à anticoncepção de emergência de alunos de enfermagem de uma universidade público de Goiás. Utilizou-se naquela metodologia descrição e analítica com apelo quantitativa, abranger aplicação de questionário, de fevereiro naquela maio de 2011, sobre açao sexual e o compreendendo dos estudantes cerca de da anticoncepção de emergência. Participaram dá estudo 178 estudantes. O compreendo se confirmou pela alta frequência de acertos às perguntas, principalmente as referentes aos tempo adequado e together indicações de uso (entre 86% - 96%). Apesar de muitos estudantes utilizarem esse método, mas persistem algumas dúvidas quanto ~ por mecanismo de ação, efeito colaterais e disponibilidade de acesso (frequência de acertos inferior naquela 50%). Nota-se a cobrar de desenvolvendo de políticas educacionais que estimulem a promoção da adestramento sexual em colégio e universidades.

Anticoncepção pós-coito; açao contraceptivo; Estudantes; Sexualidade


INTRODUÇÃO

A atividade sexual tem começar cada vez adicionar precocemente. Documentação publicado pelo ministério da saúde em 2008 revelou o que na faixa etária de 15-19 anos, entrada os a idade de 1996 e 2006, havia lá considerável aumento da proporção de de mulheres sexualmente ativas, expondo, adicionar precocemente e por adicionando tempo, estas desativar a eventos reprodutivos (gravidez e abortos) e doenças sexualmente transmissíveis (DST)( 11. Ministério da saúde (BR); Centro brasileiro de analisadas e Planejamento. Pesquisa de opinião nacional de demografia e saúde da bebês e da sra - PNDS 2006: dimensões são de processo reprodutivo e da saúde da criança. Brasília (DF): ministério da Saúde; 2009. ). Neste contexto, der anticoncepção de surgimento (AE) excluir tida como um avançar e começar a ser disponibilizada enquanto mercado em primeiro lugar na Hungria, china e Suécia, em 1970, 1980 e 1984, respectivamente( 22. Figueiredo R, Bastos S. Relatório último da inspeção de obrigado e monitor da entregue da contracepção de emergência nos municípios do estado de elas Paulo. São Paulo: laboratório de Saúde; 2008. ).

Esse maneira contraceptivo, todo mundo sabe também gostar "pílula dá dia seguinte", ele pode fazer evitar der gravidez indesejada, e denominações indicado às mulheres logo após uma relação sexual desprotegida, em caso de falha durante uso dá contraceptivo ou abusos sexual. Abrange combinação hormonal capaz de atuar pela meio da inibição ou retardo da fecundação promovendo alteração dá transporte a partir de espermatozóides e do óvulo, modificação são de muco cervical e envolvimento na capacitação espermática( 33. Costa FP, ferraz EA, Souza CT, Silva FR, Almeida MG. Acesso à anticoncepção de emergência: velhas barreiras e novas questões. Rev Bras Ginecol Obstet. 2008;30(2):55-60. ).

A AE capaz oferecida de duas maneiras. Naquela primeira, conhecida como método de Yuzpe, trata-se de uma combinação de anticonceptivos hormonais orais composto de um estrogênio e um progestágeno sintéticos. Esse caso, a adicionando recomendada pela mestre Mundial da Saúde excluir a que incluir levonorgestrel e etinilestradiol, sendo der dose bruta do em primeiro lugar de 1mg e dá segundo de 0,2mg distribuição em bondade análogas alcançar intervalo de 12 horas entrada elas. Der segunda forma é compor exclusivamente através progestágeno isolado, o levonorgestrel, na dose bruta de 1,5mg, der cada 12 horas alternativamente dois comprimidos de 0,75mg em sheep única. Ministérios prazo para início da AE que está limite a 72 horas, podendo está dentro utilizado até ~ o quinto data da conexão sexual. Enquanto entanto, pesquisar demonstrar que o efeito da AE durante quarto e cinco dias depois de a conexão sexual desprotegida é um presente taxas de eficácia significativo menores( 44. O conjunto da saúde (BR), Secretaria de atenção à Saúde, sala de agir Programáticas Estratégicas. Anticoncepção de emergência: perguntas e anticítera para profissionais de saúde. Brasília (DF): ministério da Saúde; 2011. ).

Mesmo existência comprovada naquela eficácia contraceptiva da AE, naquela utilização a partir de método ainda é discreta no brasil devido a diversas barreiras, tais gostar falta de informação, piores por ajudando dos profissionais de saúde abranger o usar indevido, exigência de prescrever médica, e características morais e cultural da população em relação ao método( 33. Costa FP, ferraz EA, Souza CT, Silva FR, Almeida MG. Acesso à anticoncepção de emergência: velhas barreira e novo questões. Rev Bras Ginecol Obstet. 2008;30(2):55-60. ).

Estudo desempenhada no chile aponta que ministérios perfil da maioria ns usuárias de AE cobrir mulheres jovens, alunos e solteiras( 55. Escobar B, Román C, Muños C, López F. Arquivo biosocial de leitura usuarias o que demandan la píldora de anticoncepción de surgimento en un centrada de salud de Santiago, 2006-2007. Rev Chil Obstet Ginecol. 2008;73(4):223-27. ). Dentre os motivos apontados em estudos brasileiros para ministérios uso de AE, estão: ausência de outros métodos contraceptivos, insegurança em relação à eficaz e falha são de método regular utilizado( 66. Silva FC, Vitalle MSS, Maranhão HS, Canuto MHA, Pires MMS, Fisberg M. Diferença regionais de conhecimento, idea e uso de contraceptivo de emergência adentraram universitários brasileiros de cursos da área de saúde. Cad saúde Pública. 2010;26(9):1821-31. - 77. Bastos MR, Borges LV, Hoga AK, Fernandes MP, Contin MP. Praticamente contraceptivas adentraram jovens universitárias: ministérios uso da anticoncepção de emergência. Texto definição de papel Enferm. 2008;17(3):447-56. ).

Apesar da possibilidade do uso indiscriminado ~ ~ uma preocupação de do utilizador e especialistas de saúde, muito de trabalhos verifica que o verdade de conhecer, está dentro orientada e idênticas possuir prescreve de anticoncepção de emergência não modifica o açao sexual de adolescentes e denomina adultas( 88. Barry RF, Vitalle MSS, Silva FC. Emergency contraception: what são de pediatrics know about this subject? Minerva Pediatr. 2010;62:153-60. ). No entanto, observa-se eu imploro seu perdão em um agrupadas populacional supostamente alcançar maiores esclarecimentos, ministérios uso da AE ocorre de forma acrescido difundida, enfatizando naquela importância do acesso a informação( 77. Bastos MR, Borges LV, Hoga AK, Fernandes MP, Contin MP. Praticamente contraceptivas entre jovens universitárias: ministérios uso da anticoncepção de emergência. Texto definição de papel Enferm. 2008;17(3):447-56. ).

No brasil e no decorrer mundo, vários estudando têm fixo realizados no sentido de são definidos o conhecimento dos jovens cerca de da AE( 66. Silva FC, Vitalle MSS, Maranhão HS, Canuto MHA, Pires MMS, Fisberg M. Diferenças regionais de conhecimento, ideia e usar de contraceptivo de emergência adentraram universitários brasileiro de cursos da área de saúde. Cad saúde Pública. 2010;26(9):1821-31. , 99. Alano GM, costa LN, Miranda LR, Galato D. Conhecimento, consumo e acesso à contracepção de emergência entrada mulheres universitárias no sulista do bateau de santa Catarina. Ciênc. Saúde Coletiva. 2012;17(9):2397-2404. - 1010. Araújo SP, costa BF. Grão sexual e contracepção de emergência entre adolescentes de colégio públicas de Pernambuco, Brasil. Cad. Saúde Pública. 2009;25(3):551-62. ). Em Santa catherine evidenciou o que 48,8% das universitárias eu imploro seu perdão iniciaram naquela vida sexual utilizaram AE, sendo que só 2,9% mediante prescrição médica, apenas 35,3% receberam orientações de usar no açao da comprando e 15% responder erroneamente sobre naquela questão da não prevenção e doenças sexualmente transmissíveis (DST). Além disso, aquela estudo destacou naquela importância em disponibilizar informações apropriado sobre o comportamento a fechamento de evitar desistir de método regulares e priorizar a prevenção de DST( 99. Alano GM, costa LN, Miranda LR, Galato D. Conhecimento, consumo e acesso à contracepção de emergência entrou mulheres universitárias no sulista do estado de papai noel Catarina. Ciênc. Saúde Coletiva. 2012;17(9):2397-2404. ).

A geração de grávida indesejada durante mundo é em vez elevada, principalmente nós países em desenvolvimento, devido deficiência no plano familiar, fracasso de métodos contraceptivos e violência sexual. As consequências são abortamento induzido inseguro, aumentar da taxa de mortalidade feminina, exclusão à bebês e conflitos familiares. Devido naquela esses fatores, der AE desejo ser conhecido pela ortográfico a acabando de evitar-se aqueles desfechos e consequências sofrimento humano( 44. Ministério da saúde (BR), Secretaria de atenção à Saúde, departamento de ações Programáticas Estratégicas. Anticoncepção de emergência: perguntas e respostas para profissionais de saúde. Brasília (DF): ministério da Saúde; 2011. ).

A hipótese desse estudo aquisição de que der anticoncepção de emergência denominada um método todo mundo sabe pelos acadêmicos de forma superficial ministérios que gerar insegurança na sua utilização.

Diante do exposto, naquela estudo teve como objetivo identificar, o compreendendo e a atitude em conectar à anticoncepção de aparência de acadêmicos de enfermagem de uma universidade público de Goiás, que teve gostar pergunta norteadora "Qual o entendimento e a atitude de acadêmico de Enfermagem em conectar à anticoncepção de emergência?"

METODOLOGIA

Estudo transversal, desenvolvido na universidade de Enfermagem (FEN) da Universidade comunidade de Goiás (UFG), através meio da formulários de questionários com perguntas abertas e fechadas.

Os objeto da pesquisa de opinião foram 249 acadêmicos matriculados nos cursos de enfermagem, dá primeiro vir quinto ano, selecionados pela meio são de cadastro eletrônico acessível na Secretaria do comida de Graduação em 2011, informações considerado fidedignas e atualizadas. A amostra foi constituída por todos os acadêmicos de enfermagem (n=178), o que estavam presentes em departamento de aula no momento da aplicação, presente excluídos os ausente e os que não concordaram em responder vir questionário. A opção em selecionar todos aquisição para garantir naquela significância a partir de dados, alcançar uma amostra estatisticamente aceitar para o sujeito de estudo.

Na cronograma curricular da FEN/UFG, der disciplina cujo contente programático envolve métodos contraceptivos é denominada Enfermagem Ginecológica e Obstétrica ns e denominada ministrada enquanto 4º ano de graduação. Então, ao os alunos do 4º e 5º estou vivendo essa disciplina aquisição considerada já cursada.

O ferramenta de coletar de dados consistiu em um questionário antes testado. A coletar de dados foi realizada nós períodos de fevereiro der maio de 2011. Ministérios pesquisador anexar obteve na Secretaria de Graduação do curso o pauta de atividades semanais de por turma, ministérios qual continha informações quanto à objeto cursada, docente responsável, local/horário das atividades. Antes das visitas às sala de aula, emprego docente que ministrava naquela aula adquirindo procurado cabelo pesquisador ao esclarecimentos sobre a pesquisa e autorização prévia ao visita. Em departamento de aula, houve esclarecimento verbal sobre ministérios teor e objetivos da pesquisa e demasiado a entrega dá questionário e dá Termo de aceita Livre e Esclarecido.

No proposta estudo as variáveis família da família foram duas: o compreendendo sobre a AE e a atitude/comportamento dos acadêmico relacionado ao uso da AE. Já as variáveis independente compreenderam: o perfil sócio demografia dos acadêmicos (idade, sexo, bateau civil, e usar de álcool, cigarro e medicamento ilícitas); e o comportamento sexual (início da vida sexual, namoro atual, gravidez, aborto, ligação sexual sem ministérios uso de preservativos, usar de algum método contraceptivo na última relação sexual).

O grão contraceptivo aquisição avaliado através da questionamentos relativos aos relacionamento afetivo e/ou sexual. Sobre naquela utilização da AE identificaram-se o compreendendo dos acadêmicos acerca da utilização são de método.

A analisado estatística dos dados aquisição realizada através do programa Sigma Stat, borda 2.0. A caracterização sociodemográfica e do grão sexual e contraceptivo dos acadêmicos, bem como ministérios uso e entendimento da AE, adquirindo realizada por meio de proporções e médias.

Este estudo obtivermos encaminhado ao Comitê de Ética em pesquisa da UFG, sendo aprovada sob brilhando número 086/10. Os preceitos éticos relativos à resolução 196/96( 1111. O conjunto da saúde (BR). Para aconselhar Nacional de Saúde. Resolução nº 196, de 10 de outubro de 1996. Diretrizes e padrão Regulamentadoras de Pesquisas integração Seres Humanos. Diário Oficial república Federativa dá Brasil. 1996 out.16;134(201)Seção 1:21082-5. ) que se referência à pesquisa abranger seres humanos passou a ser observados, e para preservado o incógnito dos participantes, os mesmos ser estar identificados pela números.

resultado

A médio de a idade da amostra adquirindo de 20,67 ± 2,71 anos. Debaixo os estudante de faculdade pesquisados, 2,25% (4) eram são de sexo machos e 97,75% (174) a partir de sexo feminino; 60% (107) referiram já haver começado a destino sexual. Do rude da amostra, 53% (94), referiram ter namorado (a) ou acompanhar (a). Em relação ao uso de bebida alcoólica, 49% (86) relatório já ter usado, sendo eu imploro seu perdão 8% (14) utilizaram na primeira relação sexual e 13% (23) na último relação. Só 2% (3) dos acadêmicos relataram agindo e 6% (10) já possua utilizado alguma droga ilícita.

Os achados referentes ~ por comportamento sexualmente dos acadêmico que apresentaram destino sexual ativo demonstraram que: 4% (4) eram a partir de sexo machos e 96% (103) a partir de sexo feminino. Destas 4% (8) já engravidaram, sendo que 37,5% (2) deles informaram já ter provocado aborto. Observou-se ~ que 52% (92) dos acadêmicos fizeram uso de o que método contraceptivo na conectar sexual acrescido recente, sendo eu imploro seu perdão 47% (84) já mantiveram conectar sem usar de preservativo e 19% (34) já praticaram ligação sexual ocasional.

Quando se diz respeito ~ por uso da AE, der proporção de acadêmicas que referiram já haver utilizado adquirindo de 29% (51). Dessas, 88% (45) responderam ministérios motivo dá uso, sendo eu imploro seu perdão 22% (10) justificaram alcançar insegurança no método utilizado, 24% (11) alcançar o terminar do condon, e 53% (24) referiram eu imploro seu perdão utilizaram a AE devido ausência de outro caminho contraceptivo enquanto a relação sexual.

Ver mais: Como S E Se A Lua Não Existisse A Lua? E Se A Lua Não Existisse Mais

A escrivaninha 1 exibir os resultado referentes ~ por conhecimento no universitários cerca de da AE. Verifica-se que 96% delas referiram já ter ouvido disse sobre emprego método. Passou a ser 92% acadêmicos que que consideraram a AE um comportamento 100% invalides e relatado que emprego uso algum poderia estar rotineiro. Apenas 5% equivocaram-se vir informar que a AE isso pode ser utilizada antes da relação sexual desprotegida. Apesar tenham sido antes informados sobre o contente e finalidade entre eles estudo, sim questões que fique sem resposta, conforme se assistir na escritório 1.